Laboratório de Inovação da Justiça Federal
Identificação do Projeto

Nome: Laboratório de Inovação da Justiça Federal

Data do início : 01/03/2021

Gestor do Projeto : Elaine Nóbrega Borges

Processo Administrativo: 0000916-30.2021.4.90.8000

Participantes :

Gerente do Projeto: Silvana Conceição Dias Soares

Valor Planejado :

Valor Executado :

Implementação:
25%
Acompanhamento:
Objetivo do Projeto

Coordenar e integrar os laboratórios de inovação existentes na Justiça Federal visando disseminação de boas práticas


Justificativa

As demandas sociais atuais têm exigido posturas administrativas mais dinâmicas e menos burocráticas no setor público. Além disso, há necessidade de fazer frente à demanda crescente de serviços personalizados em tempos de austeridade, restrições orçamentárias e mudanças tecnológicas rápidas. A inovação representa uma oportunidade de se criar um espaço que permita repensar processos administrativos e incentivar a transformação no setor público, com reflexos diretos na governança pública. Ambientes voltados para atividades de inovação, tais como os laboratórios de inovação, viabilizam a solução de problemas relevantes, que impactam diretamente o cidadão. A dinâmica de atuação desses ambientes pauta-se na interação entre áreas, nas ações de experimentação e testagem, na gestão horizontal, menos hierárquica e em uma postura de maior “apetite” ao risco. Percebe-se que vários órgãos do Poder Judiciário já têm adotado técnicas, procurando cada vez mais incentivar a criatividade e a inovação. Exemplo disso é o CNJ, com a criação do laboratório de inovação voltado para desenvolvimento de soluções tecnológicas, desenvolvimento de inovações voltadas para o Pje e de alternativas para alinhamento das metas estratégicas aos ODS da Agenda 2030 da ONU. No âmbito da Justiça Federal, citamos São Paulo, com o IJuspLab; Rio Grande do Norte, com o i9.JFRN; Ceará, com o Inovajus; Rio Grande do Sul, com o Inovatchê; Espírito Santo, com o INOVARES; dentre outros. Tal cenário possibilita ao Conselho a oportunidade de fortalecer seu papel de órgão promotor da integração e do fomento à modernização da Justiça Federal, formando uma rede de colaboração entre os diversos Laboratórios de Inovação existentes no segmento, de modo a estimular troca de experiências, agregar conhecimentos, gerar ideias inovadoras e disseminar ações bem sucedidas. Com base neste contexto, o Plano de Gestão do CJF para o biênio 2020-2022 traz como diretriz o favorecimento de ambiente inovador, propício ao compartilhamento de informações e a criação de alternativas para a solução de problemas, apresentando a iniciativa Laboratório de inovação da Justiça Federal, alinhada ao macrodesafio Aperfeiçoamento da Gestão administrativa e da governança judiciária.

Escopo do Projeto

. Formar Comissão . Realizar Diagnóstico (Questionário) . Analisar Diagnóstico . Listar Laboratórios de referência. . Elaborar minuta de Resolução . Publicar Resolução

Não-Escopo do Projeto

Desenvolver sistema de TI Desenvolver laboratórios

Conselho de Justiça Federal - Secretaria de Estratégia e Governança - observatorio@cjf.jus.br