Você está aqui: Página Inicial > Corregedoria da Justiça Federal > Centro de Estudos Judiciários > Cursos e Eventos > Jornadas > I Jornada de Direito Administrativo - 3 a 7 de agosto de 2020

I Jornada de Direito Administrativo - 3 a 7 de agosto de 2020

publicado 18/02/2016 08h27, última modificação 29/06/2020 20h32
Quando 03/08/2020 a 18h00 07/08/2020 a 14h00 a
Onde "on-line"
Nome do Contato
Telefone do Contato ( 61) 3022-7244
Adicionar evento ao calendário vCal
iCal

AVISO

O Centro de Estudos Judiciários do Conselho da Justiça Federal (CEJ/CJF) iniciou o envio de mensagem eletrônica, via e-mail, aos autores de propostas de enunciados selecionadas, com o intuito de dar prosseguimento ao cronograma concernente à I Jornada de Direito Administrativo, que ocorrerá no período de 3 a 7 de agosto de 2020.

Salientamos que o cronograma referido consta na Portaria N.246-CJF, que alterou as datas de realização dos trabalhos da I Jornada de Direito Administrativo, considerando notadamente a pandemia do COVID-19 e a necessidade de adoção de medidas visando evitar o contágio e a propagação da doença.



Participantes: 

As comissões da I Jornada de Direito Administrativo serão compostas por professores e especialistas convidados, representantes de instituições por elas indicados, membros de Tribunais Superiores, magistrados federais e autores de proposições de enunciados aceitas para discussão.

As proposições de enunciados deverão seguir os seguintes parâmetros formais:

Somente será admitida a proposta de enunciado enviada por meio do sistema Enunciados, em tempo oportuno e com recebimento confirmado pelo referido sistema.

Qualquer pessoa natural poderá apresentar até três propostas de enunciados, vedada a coautoria.

As propostas deverão ser redigidas em orações diretas e objetivas, no máximo 800 caracteres, com a indicação da Comissão de Trabalho e do dispositivo da legislação específica com o qual a proposição guarda maior correlação;

Também deverá conter exposição de motivos, com no máximo 1.600 caracteres, na qual o proponente apresentará os fundamentos teóricos da sua proposição, podendo citar, no corpo do texto, obras doutrinárias e textos jurisprudenciais, dispensada a transcrição literal;

O proponente deverá indicar, no formulário, nome completo, endereços físico e eletrônico, telefones, profissão, instituição à qual está vinculado profissional ou academicamente. 

Serão sumariamente excluídas as proposições que não atenderem aos requisitos formais.

As propostas de enunciados serão encaminhadas à Coordenação Científica da Comissão de Trabalho indicada pelo autor, sem indicação de autoria.

A Coordenação Científica selecionará as propostas de enunciados a serem admitidas para discussão, podendo fazer adaptações e correções.

As propostas de enunciados que tratarem de temas idênticos ou possuírem redação simétrica ou correlata serão consolidadas pela Coordenação Científica em uma ou duas propostas para apreciação, sendo garantida a participação de todos os proponentes dos enunciados simétricos ou correlatos.

A Coordenação Científica poderá enviar proposições relevantes à Coordenação Científica de outra Comissão de Trabalho.

Os autores serão comunicados acerca do resultado da seleção quanto a sua proposta de enunciado.

Os autores de propostas de enunciados selecionadas serão convidados a realizarem inscrição na Jornada.

Em até quinze dias úteis do início da Jornada, a Secretaria do CEJ enviará, exclusivamente por meio eletrônico, a todos os participantes, as propostas de enunciados aceitas para discussão e suas respectivas justificativas, divididas por Comissão de Trabalho.

 

Período para apresentação de propostas de enunciados: 28/10/2019 a 11/2/2020

Período do evento: 3 a 7 de agosto de 2020

Local: "on-line"

Realização: 

       

 

Apoio:

     Logo STJ 30 anos           


Carga horária: 20 horas-aula

Público-alvo: Ministros dos tribunais superiores, magistrados federais, estaduais e trabalhistas, professores e especialistas em Direito Administrativo, entidades relacionadas com o tema, membros do Ministério Público Federal e Estadual,  advogados da União, defensores públicos,  procuradores,  professores e autores de proposições aceitas para discussão. 


Objetivos gerais

A Jornada tem por objetivo a produção de enunciados, que consiste em delinear posições interpretativas sobre o Direito Administrativo vigente, adequando-as às inovações legislativas, doutrinárias e jurisprudenciais por meio do debate entre especialistas. 


Portaria n. 575/2019-CJF, que dispõe sobre o Regimento. Clique aqui!

Portaria n. 663/2019-CJF, que dispõe sobre a Presidência e a Coordenação Científica das Comissões de Trabalho de que trata o Regimento desta Jornada. Clique aqui!

Portaria n. 246/2020-CJF, que dispõe sobre a alteração para modalidade telepresencial e alterou as datas de realização dos trabalhosClique aqui!


COORDENADORIA GERAL:

Ministra Assusete Magalhães, Superior Tribunal de Justiça (Presidente)

Professor Cesar Augusto Guimarães Pereira

Ministro Tarcísio Vieira de Carvalho Neto, Tribunal Superior Eleitoral

Juiz Federal Daniel Marchionatti Barbosa


PALESTRAS:

A discussão das proposições será antecedida de palestras proferidas por especialistas na matéria, conforme programação abaixo.

INSCRIÇÕES GRATUITAS

3 de agosto (segunda-feira)

18h

Abertura 

18h45

Painel I - Consensualidade, Regulação e Controle da Administração Pública.

Moderador: Professor Cesar Augusto Guimarães Pereira

Painelistas:

Professor Carlos Ari Sundfeld

Professora Dinorá Musetti Grotti

Professor Fernando Dias Menezes de Almeida

Professor Floriano de Azevedo Marques Neto

20h45

Encerramento

 

5 de agosto (quarta-feira)

18h

Painel II -  Função Administrativa, Organização da Administração Pública e Processo.

Moderador: Ministro Tarcísio Vieira de Carvalho Neto, Tribunal Superior Eleitoral

Painelistas:

Professor Márcio Cammarosano

Professora Odete Medauar

Professor Sérgio Ferraz

20h

Conferência – Deferência Judicial e Controle da Administração Pública

Presidente de mesa: Juiz Federal Daniel Marchionatti Barbosa

Conferencista: Professor Marçal Justen Filho

20h45

Encerramento

 



COMISSÕES DE TRABALHO:

Serão formadas seis comissões de trabalho para apreciação e seleção das propostas de enunciados. Estas comissões serão integradas por professores e especialistas convidados, por representantes de instituições e por autores de proposições enviadas e selecionadas para discussão.  

        Temas:

  1.  Regime jurídico administrativo. Poderes da administração. Ato administrativo. Discricionariedade. Agentes públicos. Bens públicos. 

    Presidente: Ministro Benedito Gonçalves, Superior Tribunal de Justiça;

    Coordenadores Científicos: Fabricio Macedo Motta e Juliana Bonarcosi de Palma.

  2. Organização Administrativa. Estatais. Estado acionista. Privatização. Terceiro setor. Fomento.

    Presidente: Ministro Og Fernandes, Superior Tribunal de Justiça;

    Coordenadores CientíficosCristiana Fortini e Rafael Wallbach Schwind.

  3. Processo administrativo. Arbitragem e mediação. Desapropriação e intervenção do Estado na propriedade. Responsabilidade civil do Estado. 

    Presidente: Ministro Sérgio Kukina, Superior Tribunal de Justiça;

    Coordenadores Científicos: Flavio Amaral Garcia e Maria Cristina Cesar de Oliveira.

  4. Licitações. Contratos Administrativos. Concessões e Parcerias Público-Privadas. 

    Presidente: Desembargador Federal João Batista Moreira;

    Coordenadores Científicos: Eduardo Jordão e Joel de Menezes Niebuhr.

  5. Regulação. Agências reguladoras. Serviço público e atividade econômica. Intervenção do Estado no domínio econômico. Autorização.

    Presidente: Ministro Mauro Campbell, Superior Tribunal de Justiça;

    Coordenadores Científicos: Bernardo Strobel Guimarães e Vera Monteiro.

  6. Controle da administração. Improbidade administrativa. Legislação anticorrupção. Acordos de leniência. Transações e consensualidade administrativa.

    Presidente: Ministro Herman Benjamin, Superior Tribunal de Justiça;

    Coordenadores Científicos: Irene Nohara e Luciano Ferraz.

Plenária

Cada comissão de trabalho será responsável pela discussão e seleção dos enunciados, os quais serão levados à reunião plenária para aprovação.


ESTRUTURA BÁSICA DO PROGRAMA

6 de agosto (quinta-feira)

9h Comissões de Trabalho
12h Votação
12h:30 Intervalo para almoço
14h Comissões de trabalho
18h Votação

7 de agosto (sexta-feira)

9h Reunião Plenária
14h Encerramento da Jornada 
registrado em: